Automação residencial: dúvidas mais frequentes

Se a sua dúvida for em relação à integração dos sistemas, não se preocupe. A maioria dos produtos modernos já dispõe de interfaces amigáveis para a realização desses procedimentos.

É preciso reformar a minha casa para implementar a automação?

Não é necessário fazer uma mudança total para automatizar sua casa. Nem sempre instalar tudo novo é a melhor ideia na hora da automatização residencial. Você pode começar devagar. Faça primeiro a reforma de um ou dois ambientes, assim não vai passar transtornos. Com a automação residencial, você vai experimentar custos menores e perceber que as vantagens são infinitas.

Para se livrar da bagunça e quebradeira, opte pelos novos sistemas de automação sem fio. Assim eles descartam a necessidade de reforma e os aparelhos podem ser acionado por comando de voz e a distância pelo smartphone, tablete, iphone.

Um projeto de automação residencial pode chegar a custar até 10% do valor total da obra. Alguns especialistas aconselham que, ao criar um projeto de automação residencial, o ideal é prever isso na fase de projeto, antes da construção, pois assim é possível prever todos os ajustes que a automação residencial requer.

Ademais, é importante a todo projeto de automação residencial a implementação do suporte, estrutura e conhecimentos necessários para a efetivação da instalação que pode ser tanto da construção de um imóvel quanto da sua reforma.

Desta forma, é extinta ou reduzida as possibilidades de consertos, quebras de paredes, troca de cabos, remoção e re-colocação de partes do imóvel e dos móveis envolvidos.

Como a automação residencial é hoje sinônimo de conforto e segurança, é preciso conhecer todas as possíveis potencialidades de uso nas residências, bem como elencar as tecnologias disponíveis para que se possa aplicá-la bem.

Leia mais:  Sistema de som ambiente residencial: guia prático

Quanto tempo dura um projeto de automação residencial?

Não há razão para esperar muito para uma reforma de automação residencial. A expectativa torna-se inevitável, no entanto, é preciso ter calma, pois antes de tudo, um projeto de automação residencial requer prazos. Além de dois requisitos básicos: planejamento e profissionais especializados. Aprovado o projeto, o profissional tem condições de fornecer ao proprietário um contrato, em que consta a data de término do trabalho. Outro ponto: Fique atento às adversidades e saiba que transtornos fazem parte de uma reforma.

Como a arquitetura influencia a automação residencial?

É frequente a ocorrência de engenheiro ou arquiteto da obra se esquecerem de itens peculiares à automatização ou simplesmente à instalação de eletros, eletrônicos e/ou eletrodomésticos. Muitas vezes essas ocorrências têm a ver com custos ou até mesmo por falta de conhecimento sobre quão importante é atualmente o funcionamento desses equipamentos

São muitos os arquitetos que não investem na automação residencial no equívoco de pensar que é oneroso e difícil de instalar.

Neste sentido, é inevitável uma mudança nos projetos de construção, nos profissionais e na forma de uso do lar como proporcionador de comodidade e satisfação.

Essa será possivelmente a ponte que convergirá o profissional da engenharia, arquitetura e informática a uma provável nova e rentável profissão.

Está com dúvidas?

Entre em contato com um especialista em automação! Será um prazer conversar com você!

  • contato@msound.com.br
  • WhatsApp: (31) 98766-7273
  • +55 31 3261-7513

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Master Cases de Automação Residencial e Corporativa

Soluções personalizadas para o ambiente dos seus sonhos!

Tire suas dúvidas
com um especialista em automação

Estamos disponíveis no WhatsApp:
(31) 98766-7273